Olá pessoal, tudo bem?
Janeiro já está bem no fim, mas os parceiros de 2016 só estão no começo (haha). Com isso, gostaria de apresentar para vocês a mais nova parceira do blog: Larissa Lúcio de Carvalho, autora de Coração sem fim.


Titulo: Coração Sem Fim
Editora: Chiado
ISBN: 978-989-51-2314-8
Formato: Físico e Digital

Sinopse: Um romance que ressalta os sentimentos mais profundos vividos pelo ser humano, o conflito que esbarra no contraste do volúvel para o estável. A preocupação das tartarugas marinhas e recifes de corais, a adoção de animais abandonados, temas polêmicos envolvendo dislexia, bipolaridade e bulimia. Tudo dentro de um contexto familiar que se atrela nas relações de amizade, gerando amores platônicos, amores reais e amores doentios.


Sobre a autora: Nasceu em Belo Horizonte. Advogada com especialização em Direito Constitucional. Já escreveu alguns artigos publicados sobre Direito dos Animais. Mãe de Sofia e Alícia, é casada com Antônio Alberto dos Santos Barriga (Beto). Ama estar com a família e os amigos.

"Conhecer o mundo é a aventura mais fascinante que um ser humano pode fazer em sua existência"; "Ajudar o próximo, incluindo a compaixão aos animais"; "E disciplinar a ti mesmo, sempre com bons e sinceros pensamentos", são lemas que carrega em sua alma.

É nos momentos de reflexão que abre sua imaginação e viaja na escrita. Gosta de ler; todavia escrever faz com que a alma e o espírito se encontrem e naveguem por outras dimensões.

Vencedora do 5º lugar no 2º Festival de Contos do Rio de Janeiro, promovido pela Literarte.

Olá pessoal! Tudo bem? Primeiramente gostaria de dizer que estou amando todas as leituras que estou tendo esse ano, e segundo, gostaria de dizer que o blog está com mais uma parceria! Dessa vez, apresento a vocês: Larissa Barros Leal, autora de Érica.


Titulo: Érica
Editora: Novo Século
ISBN: 978-85-428-0191-0
Formato: Físico

Sinopse: Moscou. Dois jovens sobrevivem a um duplo atentado que mata quase todos os seus amigos. Cairo. Uma ONG islâmica tenta escapar de uma armadilha, arquitetada por integrantes da Ordem das Doze Tribos de Israel. Washington. Na sede da Ordem, a filha de um funcionário da Casa Branca cai em ciladas para que seu pai colabore com os radicais. Pequim. Um filho procura o pai, há meses desaparecido. Fortaleza. Em uma triste manhã, Érica encontra seus pais mortos… Nessa incrível trama, todas essas histórias se entrelaçam de forma impressionante. E somente Érica, que acaba de descobrir que foi incluída em uma lista negra da Ordem das Doze Tribos de Israel, poderá impedir uma grande desgraça planejada por judeus fundamentalistas, prestes a atingir a todos.



Sobre a autora: Larissa Barros Leal nasceu em Fortaleza, em 1996. É estudante de Medicina, mas desde criança demonstrou grande interesse pela Literatura, e já aos dez anos surgiu sua primeira tentativa de escrever um livro. Participou de diversas coletâneas de contos. Aos quinze começou a escrever Érica, seu romance de estreia.

Pois bem pessoal, espero muito que seja uma parceria de grande sucesso, não só para mim, mas para a autora. Em breve terá resenha.


Titulo Original: Primeiras Impressões
Autor: Laís Rodrigues
Editora: Kiron
Páginas: 304
Ano: 2014
Onde comprar: Compare e Compre
Link no Skoob: Link
Nota: 5
Sinopse: Primeiras Impressões é uma adaptação moderna do clássico Orgulho e Preconceito de Jane Austen. O romance eterno de Lizzie e do Sr. Darcy é situado desta vez entre paisagens paradisíacas do Brasil e cenários surpreendentes dos Estados Unidos, em um relacionamento complexo entre uma carioca sarcástica e brilhante e um político americano de uma família conservadora.
Resenha:

Primeiras Impressões é um livro baseado no grande clássico, Orgulho e Preconceito de Jane Austen. Nele, a autora nos mostra um pouco sobre como é a relação entre Lizzie e Frederick.

Lizzie é de família brasileira. Possui 4 irmãs das quais tem muito afeto. Ela foi aos Estados Unido com a finalidade de estudar. Seus pais são donos de uma das maiores redes de hotéis em Búzios. 
Frederick é um homem que assim como todos da sua família, segue carreira política. 

Eles se conhecem quando Charles, amigo de Frederick, vai ao Brasil para abrir uma filial de sua rede de restaurantes. Após a descoberta de visitantes ma região, Janaina Benevides, mãe de Lizzie, decide que vai fazer de tudo para sua querida filha se relacione com Frederick.

Mesmo com grandes esperanças da mãe, Lizzie acaba não tendo uma impressão muito boa de Frederick no início, assim como o mesmo, que a achou muito atrevida.
Quando essa primeira impressão dava indícios que podia ir embora, aparece alguém que vai separar mais ainda o "casal".



Primeiras Impressões foi uma surpresa do ano de 2015! Se tem gênero que eu amo é romance, e esse foi com certeza, um dos meus favoritos. A autora nos mostra a sua escrita delicada da melhor maneira possível. Posso ate dizer que se hoje eu quero muito ler "Orgulho e Preconceito" é graças ao livro da Lais Rodrigues.

Primeiro,  eu gostaria de ressaltar o significado do título com a história desenvolvida. Acho que foi algo muito bem pensado, ainda mais pelo fato de se conectar bastante com a história. 
No entanto, a história que Liz ouvira sobre Frederick Darcy não saiu da sua cabeça. Saber que poderia haver pessoas tão frias e traiçoeiras próximas a ela e sua familia deixava-a nauseada.
O desenvolvimento dos personagens foi algo bem satisfatório, ainda mais pelo fato da autora ter descrito muito bem eles. 
Lizzie, com certeza, foi miha personagem favorita. Uma pessoa bem, carismática e divertida que faz qualquer leitor ficar alegre.
Frederick foi um personagem que me fez mudar bastante a opinião, mas no final, acabei gostando dele.
Muitos outros personagens foram de meu agrado, mas teve alguns que simplesmente, me deram vontade de entrar no livro e querer dar uns belos tapas na cara dele. 



Como eu ja havia dito, a escrita da autora é magnífica, muito bem colocada, ainda mais que facilita bastante na leitura a tornado agradável e bem leve.

Em geral, Primeiras Impressões é um livro bem leve e com uma escrita bem gostosa, que, crendo eu vai ser uma leitura de agrado para qualquer leitor.


Titulo Original: Desencontros
Autor: Giovanna Olivetti
Editora: Novo Século
Páginas: 72
Ano: 2015
Onde comprar: Compare e Compre
Link no Skoob: Link
Nota: 5
Sinopse: Este livro te lembrará dos momentos mais simples do seu dia a dia: a ida para o trabalho, o metrô lotado… E fará com que você perceba que talvez as melhores histórias estejam ali ao seu lado, que todos somos escritores em nossas observações diárias e em cada observação procuramos a saída do nosso labirinto, que é cercado de jogos que nós mesmos criamos… Mas, espera, sair por que mesmo?



Após eu ler uma resenha maravilhosa sobre esse livro, tinha decidido que precisava ler ele urgente. Após conseguir a parceria com a autora e receber o livro, li ele o mais rápido que pude e posso contar que foi um dos melhores livros que já li. Posso dizer que conto-s/poesia não era um dos meus gêneros favoritos, mas esse livro mudou a minha opinião.

Giovanna Olivetti traz em "Desencontros", contos que relatam acontecimentos diários. Todos momentos são descritos de uma maneira encantadora e assim como o prefácio diz: eles são contos para imaginar e sentir.
Isso porque, este livro, apesar do composto de palavras, frases e textos, não é um livro de contos. O que você tem à sua frente é, na verdade, um livro de fotografias.
O livro é composto por 21 contos, sendo relacionados à atividades diárias que qualquer um pode presenciar. Confesso que ao começo do livro, eu procurava buscar um sentido em certos contos. Quando encontrei o que procurava, tive a certeza do quão grande escritora a Giovanna é. Tinha momentos em que eu me sentia dentro, era algo tão grandioso, tão magnifico que me deixou triste quando finalizei a leitura.
Quem sabe um dia eu conseguirei chegar ali, subir no vagão e ter minha liberdade, pensando além e acima de tudo: vivendo ao invés de estar trancada em uma sala preferindo apenas sobreviver? Talvez a louca fosse eu, que agora corria para minha reunião.


Alguns contos me chamaram mais atenção do que outros, acho que foi pelo simples fato de poder me ver dentro deles e saber o que está acontecendo, foi como se eu estivesse vivendo eles.
Sentia-me tão fascinada com tudo aquilo, todos os livros, a magia daquela porta, aquele lugar em sim, era de alguma maneira misterioso, intrigante... era literário.
Eu fiquei muito surpreendido com a escrita da autora, muito perfeita! Acho incrível o fato da Giovanna ser tão nova e escrever tão bem, parece que ela teve muitos anos de experiencia.
Aquele lugar era brilhante, meu país das maravilhas. Era como minha mente... ali era minha mente.
Tenho certeza que "Desencontros" foi uma obra muito bem pensada, a capa (que foi tirada pela própria autora), as orelhas, a diagramação, tudo é muito bem feito. O que me resta é somente indicar o livro, leiam e, com certeza, vão gostar bastante.


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Primeiramente gostaria de me desculpar pelo meu sumiço, ainda não vou voltar completamente mas vou tentar pelo menos postar algumas resenhas que estão atrasadas. Mas indo ao assunto principal, gostaria de apresentar para vocês o mais novo parceiro do blog: Adriano de Andrade, autor de O Inverno que não acabou e outros contos.
Título: O Inverno que não acabou e outros contos
Editora: Novo Século
ISBN: 978854280660-1
Formato: Físico

Sinopse: Um homem lutando contra as suas – amargas – lembranças; um psicopata oculto perturbando sua vítima em um cenário obscuro; dois mundos distintos que seguem caminhos paralelos e quase se cruzam; um erotismo imaginário preenchido com sofrimento alheio; o sonho perdido de uma criança e o vício na vida de um gênio. Elementos que compõem as narrativas curtas deste livro; uma seleção de contos para colocar suas sensações à flor da pele. Em um universo que percorre diferentes cenários relacionados às aflições que cercam o indivíduo, O inverno que não acabou e outros contos revela a eterna alternância dos sentimentos que resumem a esperança e a descrença na atitude humana.

Sobre o autor: Nascido em Juiz de Fora–MG, Adriano de Andrade é graduado em Engenharia Elétrica, área em que desenvolveu seu mestrado e na qual trabalha atualmente. Morador de Niterói– RJ, seu mais recente reconhecimento no mundo literário foi a premiação do conto “Ruína”, incluído em uma coletânea a ser lançada ainda este ano. Em 2013, teve o texto “Conversa de asfalto” publicado no livro É duro ser cabra na Etiópia, de Maitê Proença. Participou também da coletânea Contos de todos nós (2009), com “Sete Palmos”, e de outras duas coletâneas de poesia, lançadas pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores.

Muito bem pessoal, espero que gostem da nova parceria. Espero muito que seja de grande sucesso! E também vai ter resenha em breve junto com algumas outras resenhas que irão vir.